Porque o CHEAT é o pior inimigo do esports

Cheat

Só de ler a palavra CHEAT, aposto que muitos de vocês já ficam com raiva e começam a lembrar de alguma situação em que um jogador estragou a sua partida. E antes que alguns de vocês pensem em “hatear” a Gamers Club por causa disso, é importante colocar uma visão diferente entre a relação ANTI-CHEAT e CHEAT.

Todos os dias, o anti-cheat da GC é atualizado para que novos cheats sejam detectados dentro da plataforma, mas eventualmente uma coisa ou outra pode passar despercebido (por isso o report da comunidade sobre jogadores suspeitos é tão importante). E não há nenhum demérito em admitir isso, o próprio AC da Valve, a produtora do jogo, é muito fraco e falho na hora de punir e banir os jogadores.

É um jogo de gato e rato, onde estamos a todo momento nos antecipando e tentando melhorar a experiência de vocês, mas existe uma indústria forte de programação de CHEAT que se sustenta por causa de jogadores que buscam a vitória sem mérito próprio. E isso é uma das piores coisas que existe no esports.

O uso de cheat não só estraga a partida em questão, mas também acaba com a experiência de todos os jogadores que estão ali, querendo dar o seu melhor e evoluir. Pode até parecer que eu estou viajando, mas basta uma experiência ruim num jogo para que o jogador não sinta vontade de voltar. E se nós temos pessoas se afastando do jogo que amamos tanto por causa disso, alguma coisa está muito errada. 

Achar que não teremos jogadores usando cheat, seja em qualquer jogo, é uma grande utopia. Mas nós não podemos parar de lutar contra essa indústria nojenta de programadores e jogadores que não entendem o verdadeiro espírito do esports. Se você usa cheat hoje, ou já fez isso alguma vez na vida, pare pra pensar no quanto você prejudicou outras pessoas que só queriam estar ali para viver uma experiência incrível.

Fora isso, vencer sem mérito é a pior sensação do mundo.

Até 2037!

Guilherme Spacca

Guilherme Spacca

Creative Marketing and Copywriter.